PC procura acusados de cometerem dois homicídios em Rio Paranaíba

0
234
Benzedor

A Polícia Civil conclui nesta semana os inquéritos policiais sobre dois homicídios registrados em 2017 em Rio Paranaíba. O primeiro que foi concluído é sobre o crime cometido por um jovem de 24 anos na Rua Vereador Osmar de Macedo no bairro Olhos D’Água. Na ocasião um senhor de 51 anos foi morto com uma facada nas costas enquanto almoçava.

De acordo com as informações divulgadas pelo delegado Alex Miller Lima, responsável pelo caso, na ocasião autor Álvaro Henrique Correia Rodrigues cometeu o crime motivado por ciúmes e ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado.

Ainda segundo as informações divulgada, o delegado responsável pediu a prisão preventiva junto a comarca de Rio Paranaíba, porém, Álvaro Henrique segue foragido desde o dia do crime ocorrido no dia 25 de dezembro do ano passado.

Já o outro inquérito que foi concluído pelo Polícia Civil foi o do homicídio de uma senhora de 71 anos no distrito de Chaves. Naquela ocasião, a vítima Orlanda Geralda de Souza foi morta com um golpe de foice na cabeça desferido por Antônio de Deus Vieira, vulgo Tonzinho Benzedor no dia 30 de novembro.

De acordo com as informações, os envolvidos possuíam desentendimentos antigos que se surgiram após a construção de um muro que divide as duas residências. As discussões entre Antônio e Orlanda envolviam o rateio das despesas da construção, bem com a possível a invasão da parte da propriedade do Antônio.

Na conclusão do inquérito, Antônio foi indiciado por homicídio triplamente qualificado ou seja, pelo motivo fútil, uso de meio cruel e emprego de recurso que que impossibilitou a defesa da senhora de 71 anos. Foi expedido um mandato de prisão preventiva contra o autor que também está foragido desde o dia do crime.

A polícia pede que quem tiver informações sobre os autores dos dois homicídios, que comunique através dos telefones 181; 3851-2070 ou 3855-1550. Lembrando que sua identidade será mantida em sigilo.

Autor: Paranaíba Agora

Deixe uma resposta