Exército Brasileiro inicia, à meia noite, pesquisa de tráfego na MGC-354

0
1383

O objetivo da pesquisa é levantar dados para distribuição adequada de recursos para as estradas brasileiras

A partir da zero hora de amanhã, 1º de julho, 21 homens do Exército Brasileiro farão, na MGC-354, em frente a 10ª CIA Ind MAT de Patos de Minas, um levantamento de veículos que trafegam pela via. Os dados irão compor o Plano Nacional de Contagem de Tráfego (PNCT), realizado em todo o território nacional.

A ação é uma realização do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e do Governo Federal, com o apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Comando de Operações Terrestres (Coter) do Exército Brasileiro, e vai acontecer até dia 7 de julho.

O oficial responsável pela operação em Patos de Minas, Tenente Touro, recomenda aos motoristas, que passarem pelo local, que reduzam a velocidade e redobrem a atenção. “Solicitamos aos usuários da via que sejam cautelosos aos passarem em frente à 10ª Companhia, pois estaremos fazendo as entrevistas”, alerta o comandante da operação.

Segundo ele, é importante frisar que o levantamento não se trata de uma blitz militar, nem revista de veículos ou conferência de documentos, mas apenas a coleta de dados dos usuários. ”Iremos entrevistar os motoristas que utilizam a MGC-354. Todo o efetivo foi treinado para abordar cordialmente todos os motoristas dos veículos que passarem pelo local. Faremos uma abordagem aleatória, utilizando todos os 21 soldados, que integram o 12º Batalhão de Infantaria de Belo Horizonte”, ressaltou o Tenente.

A pesquisa irá gerar dados sobre a origem e o destino dos motoristas para, desta forma, expandir as informações do tráfego para toda a malha rodoviária do Brasil. “Esse levantamento de trafego é para informar o DNIT, a quantidade de usuários atuais da via, quantos veículos de passageiros, de carga e automóveis se locomovem pela rodovia. É necessário que seja feita essa pesquisa, pois com ela teremos a distribuição correta de recursos”, garantiu o oficial.

Criado em 1977, o Plano tem a intenção de estabelecer tendências de tráfego no futuro; definir políticas de transportes; justificar, economicamente, os investimentos programados; calcular os benefícios dos usuários nas rodovias; analisar a capacidade e estabelecer os Níveis de Serviços; projetar pavimentos, obras de arte, seção transversal e outros elementos de rodovia; justificar e planejar o policiamento; estudos de localização de postos de pesagem, socorro médico emergencial e dimensionar a sinalização e os dispositivos de segurança.

Fonte: Ascom Prefeitura de Patos de Minas

Deixe uma resposta