Farmácia popular será fechada em Patos de Minas na próxima sexta, pelo governo federal

0
549

A partir do dia 30 de junho, o programa deixa de existir em Patos de Minas com o fechamento da unidade na cidade. 

No início do mês, o Ministério da Saúde (MS) anunciou o encerramento das atividades do programa Farmácia Popular Rede Própria em todo o Brasil. Por ser uma decisão única e exclusiva do Governo Federal, os municípios não têm outra opção a não ser encerrar as atividades desta modalidade de atendimento nas cidades.

Sendo assim, o órgão federal determinou que, até o final de julho, todas as unidades do programa serão fechadas em um processo gradual. A data estipulada para o fechamento da unidade em Patos de Minas foi o dia 30 de junho, ou seja, próxima sexta-feira.

Criado em 2004, o programa Farmácia Popular disponibiliza vários medicamentos gratuitos ou com descontos de até 90% para população. Em todo o País, são 504 unidades farmacêuticas habilitadas, sendo 393 delas ativas. Em Patos de Minas, havia uma unidade em funcionamento, na praça Desembargador Frederico, ao lado da Farmácia Municipal.

Segundo nota da Secretaria Municipal de Saúde, a população poderá recorrer a outros programas como o “Aqui tem Farmácia Popular”, parceria do MS com farmácias privadas, que não será extinto. Segundo o Ministério da Saúde, o programa custa para os cofres da União R$ 100 milhões. Atualmente, todas as cidades do Brasil recebem R$ 5,18 por cidadão para compra de medicamentos de assistência básica. De acordo com a pasta, a partir de agora, esse valor vai aumentar para R$ 5,58, por conta do “incremento” do valor que seria gasto com o programa Farmácia Popular. Por meio da assessoria, o ministério argumenta que o custo administrativo para a manutenção das farmácias da rede própria chegava a 80% do orçamento do programa, custando quase R$ 100 milhões por ano, e apenas cerca de R$ 18 milhões, de fato, estavam sendo utilizados na compra e distribuição de medicamentos.

Desde sua criação, o programa já atendeu mais de 43 milhões de brasileiros, o que equivale a 20% da população do país. São disponibilizados, ao todo, nas Farmácias Populares 42 produtos,s endo que 26 deles são gratuitos r o restante com descontos que chegam a 90%. Em média, por mês, o Programa beneficia em torno de 9,8 milhões de pessoas, principalmente àquelas com 60 anos ou mais, que representam cinco milhões do total. A maior parte dos pacientes atendidos (9 milhões) acessa medicamentos de forma gratuita e os mais dispensados são para tratamento de hipertensão (7,2 milhões), diabetes (3 milhões).

Deixe uma resposta