Cemig alerta para o risco de instalação de antenas próximas à rede elétrica

0
215

Com o fim do sinal analógico de TV em 39 cidades de Minas Gerais, a população deve ter extremo cuidado no manuseio de antenas e similares

Em menos de 90 dias, a partir de 26 de julho, o sinal analógico de TV será desligado em diversas cidades mineiras, e com isso, muitas pessoas terão que instalar novas antenas receptoras para a captação do sinal digital.

Dessa forma, a Cemig recomenda que tais instalações sejam realizadas longe dos fios das redes elétricas e que sejam feitas por pessoas devidamente treinadas e habilitadas, e que trabalhem utilizando os corretos EPIs – Equipamentos de Segurança Individuais – para evitar quedas e outras lesões graves.

Nos últimos dois anos, sete pessoas foram vítimas deste tipo de acidente na área de concessão da Cemig, registrando duas fatalidades em 2016. Segundo o engenheiro da Cemig, Demetrio Venicio Aguiar, os consumidores devem ter atenção redobrada à distância da base da antena até a rede elétrica, que terá que ser maior do que o mastro que a sustenta.

“Havendo necessidade, a estrutura deverá ser devidamente estaiada (presas ao chão por cabos), evitando quedas do conjunto devido a ventanias e tempestades. O condutor de sinal de RF (fio da antena) deve ser afixado de forma que o vento não o projete sobre as redes elétricas”, informa Demetrio.

De acordo com o engenheiro, outra dica importante é que as antenas devem ter altura menor do que os para-raios, ou seja, as antenas deverão permanecer dentro do cone de proteção imaginário (veja imagem abaixo) criado pelos equipamentos de proteção contra descargas atmosféricas.

“A intenção da Cemig é alertar sobre possíveis situações de risco e envolver as pessoas na conscientização a respeito da segurança, com a finalidade de se evitar acidentes de natureza elétrica”, explica Demetrio Aguiar.Acidentes

As ocorrências mais comuns acontecem quando os antenistas aproximam ou encostam as antenas ou fios de recepção (RF) de TV aos cabos das redes de energia, vindo a sofrer descargas elétricas com consequências graves, inclusive com diversos casos fatais já registrados.

Além dos instaladores, outras pessoas também podem ser vítimas de acidentes e sofrer eletrocussão, se estiverem tocando ou mesmo próximas da TV ou receptores no momento do toque das antenas à rede.

Em casos de acidente envolvendo redes elétricas, a empresa orienta que a população ligue imediatamente para o número 116 – que funciona 24 horas por dia, e aguarde a chegada dos seus técnicos especializados da Cemig.

Além da Cemig, a população também pode acionar gratuitamente o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Militar: o telefone dos Bombeiros é 193, e o da PM é 190.

Confira outras dicas de segurança:

Obras em via pública e transporte de máquinas ou equipamentos de grande porte

• Observar a existência de rede elétrica e tomar cuidado para não se aproximar dela. Há risco de choque elétrico grave.

• Não trafegar sob a rede elétrica se a altura do veículo somada à altura da carga transportada for igual ou maior do que a dos fios elétricos, pois, além do risco de choque elétrico, há o perigo de colisão com os fios.

Cuidados em casa ou no campo

• Não ligar aparelhos elétricos próximo a duchas ou piscinas.

•Evitar improvisos (gambiarras), uma vez que eles aumentam o risco de acidentes com a rede elétrica.

• Evitar o uso de T ou Benjamim, pois o risco de sobrecarga e até princípios de incêndio é muito grande.

Queda de árvores sobre a rede elétrica

• Não tentar retirar os galhos do caminho, pois estes podem esconder fios partidos que podem estar energizados. A pessoa poderá tomar um choque se houver contato com o fio partido ou mesmo com o próprio galho da árvore. Avise a Cemig imediatamente em caso de árvore caída sobre a rede elétrica.

Fios Partidos

• Não se aproxime dos fios partidos e impeça que outras pessoas se aproximem ou toquem nesses fios. Avise a Cemig imediatamente através do telefone 116.

Deixe uma resposta