Patos de Minas passa a integrar o Circuito Turístico Noroeste das Gerais

0
196

Assembleia realizada em Paracatu, na semana passada, definiu pela inclusão de Patos no Circuito, junto a outras 14 cidades da região

Patos de Minas passa a integrar, a partir deste mês, o Circuito Turístico Noroeste das Gerais. Em assembléia realizada no último dia 12, na cidade de Paracatu, conduzida pelo Gestor Executivo da Associação responsável pelo Circuito, Igor Araújo Diniz, os representantes da cidade realizaram seu cadastro juntamente a outras 14 cidades mineiras. Os municípios inscritos promoverão o fortalecimento de ações e projetos e, desta forma, irão buscar o fomento da atividade turística, o desenvolvimento das cidades associadas e, consequentemente, o desenvolvimento da região.

Além de Patos de Minas, farão parte do circuito as seguintes cidades: Buritis, Cabeceira Grande, Dom Bosco, Guarda Mor, João Pinheiro, Lagoa Grande, Natalândia, Paracatu, Presidente Olegário, Riachinho, Santa Fé de Minas, Unaí, Uruana de Minas, Vazante. Segundo Igor Araújo, “a Associação é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como missão o incremento da política pública de regionalização do turismo de Minas, e abriga um conjunto de municípios com afinidades culturais, sociais e econômicos, que se unem para organizar e desenvolver a atividade turística regional de forma sustentável”.

A iniciativa de incluir Patos de Minas no Circuito partiu do Diretor Municipal de Eventos, Turismo e Lazer, Dácio Pereira da Fonseca Jr., que encaminhou à associação, uma carta de intenção assinada pelo Prefeito Municipal, José Eustáquio Rodrigues, que expressava o interesse da cidade em participar das ações turísticas da região.

Segundo o diretor, com a participação do Município no Circuito, Patos passa a integrar o Mapa do Turismo Brasileiro, pertencente ao Ministério do Turismo. Entre os próximos degraus, a Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer planeja formar o Conselho Municipal de Turismo e, consequentemente, criar um Fundo Municipal. Dessa forma, o Município poderá apresentar projetos ao Estado e ao Governo Federal visando captar recursos, através do ICMS Turístico.

Deixe uma resposta