Personalidades patenses serão homenageadas na Fenamilho 2017

0
337

A Festa Nacional do Milho surgiu há 59 anos da necessidade de afirmar o município de Patos de Minas como imponente centro agrícola. Desde então, criou-se um marco social que não apenas movimenta a economia mas também preserva a cultura e identidade da população patense.

Ao longo de tantos anos de tradição, personagens ilustres construíram legados memoráveis e para celebrá-los, nasceu o troféu Ordalina Vieira e as homenagens em comemoração ao Dia Nacional do Milho, realizadas pela Fundação Casa da Cultura do Milho em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais para condecorar figuras importantes da história da Fenamilho.

Segundo a diretora da Fundação, Marialda Coury, o troféu Ordalina Vieira foi criado para retribuir o apoio de todos os voluntários que ajudam na estruturação da Festa. “A dona Ordalina é a pessoa mais importante na história cultural da Fenamilho. Ela foi uma professora que fazia o que fazemos hoje, naquele tempo, com todas as dificuldades. Escolhemos o nome dela para referenciar as pessoas que ajudaram na construção e organização de um projeto de amor à cidade. Aos poucos cada um deixa o seu tijolinho na história”, acrescentou.

Já a homenagem em comemoração ao Dia Nacional do Milho surgiu em 2015, após a assinatura do decreto pela ex-presidente Dilma Rousseff, que nomeou assim a data 24 de maio. No decorrer do Desfile Cívico, realizado anualmente em celebração ao aniversário da Capital do Milho, notáveis personalidades que contribuíram com o sucesso da Festa são agraciadas com um troféu que representa o orgulho e amor por nossa querida Patos de Minas.

Para Marialda as homenagens ressaltam a importância cultural e histórica: “Com essas homenagens estamos preservando a identidade daqueles que já se foram, rememorando os que já foram homenageados e fazendo com que a identidade da Festa seja preservada. Vamos completar 60 anos de evento. Temos isso em nosso sangue, em nossa raiz e é muito bonito”.

Em 2017 serão homenageados na Avenida Getúlio Vargas o historiador Antônio de Oliveira Mello, o radialista José Paschoal Borges, o artista plástico Vicente Nepomuceno e o médico veterinário Mozart Pacheco. Com o troféu Ordalina Vieira, os voluntários Marco Antônio de Oliveira Tredezini, Ana Amélia Corrêa, Maria Inês Martins de Oliveira Queiroz e Lourdes Piedade Fonseca serão agraciados.

As homenagens serão entregues a partir das 9h no dia 24 de maio, durante o Desfile Cívico no palanque da Avenida Getúlio Vargas e durante o evento de Eleição e Coroação da Rainha Nacional do Milho 2017, a partir das 19h, no Paiolão.

Veja os homenageados abaixo:

ANA AMELIA CORREA
ANTONIO DE OLIVEIRA MELLO
JOSE PASCHOAL BORGES
LOURDES PIEDADE FONSECA
MARCO TREDEZINI
MARIA INES MARTINS DE OLIVEIRA QUEIROZ
MOZART PACHECO
VICENTE NEPOMUCENO

Deixe uma resposta