Poeta patense fica entre os 20 melhores poetas do Brasil em concurso de poesia

0
1058

A poesia escolhida foi a “Até o Fim”

O jornalista e poeta patense, Welker Melo, recebeu uma grande notícia para a sua carreira como escritor. O jovem de 25 anos ficou entre os 20 melhores colocados em um concurso organizado por Vanessa Fontana, que originou o livro Gritos Contidos.

A poesia “Até o Fim” competiu com quase duas mil poesias, compostas por poetas de todo o Brasil. Após a fase de seleção, Welker ficou entre os 120 melhores poetas e logo depois veio à grande notícia, o texto escrito pelo autor foi escolhido para figurar entre os 20 primeiros no quesito nacional.

Welker Melo conta que ficou muito feliz com a premiação e ainda diz que a habilidade em escrever começou aos 15 anos, “Eu comecei a escrever aos 15 anos, percebi que tinha facilidade para isso, comecei escrevendo poemas, rima e depois eu fui me aprimorando, lendo mais. O engraçado é que livros de poemas mesmo eu não leio, eu leio mais livros de fantasia, RPG, O Senhor dos Anéis, o mundo medieval é que me interessa mais, é o que me deixa mais atento a escrita”, contou o jornalista.

No meio da nossa entrevista eu lhe perguntei qual foi à inspiração dele para escrever a poesia “Até o Fim”, com a voz embargada e com brilhos nos olhos, e talvez, um nó na garganta, ele relata que uma ex-namorada foi sua inspiração para sua poesia. “Ela é a mulher que eu amor, e que eu tenho grande feição, hoje, mesmo separados, ela continua sendo a mulher que eu amo e que me inspira cada dia mais a escrever, mesmo longe. Por isso, que no final da minha poesia eu falo assim: “O dia em que o talvez não mais exista. Tudo recomece e a gente sorria. Lembrando que não precisa ser para sempre. Mas que seja sempre assim. Eu e você, até o fim…..”, emocionado disse o poeta.

E as escritas não param, o autor já começou a escrever um livro sobre romance que se passa na Irlanda, e deve chegar as mãos dos leitores daqui a algum tempo.

Veja a poesia premiada logo abaixo!

Autor: André Martins

 

Deixe uma resposta