Semifinal entre URT e Atlético não será disputada em Patos de Minas; diz presidente da URT

0
2577

Decisão foi tomada, após o estádio do Mamoré apresentar condições inadequadas

Após a classificação para a semifinal e o título de bicampeão mineiro do interior o presidente da URT, Roberto Tulio Miranda, começou a correr atrás de um estádio para a primeira partida do confronto contra o Atlético Mineiro. Depois de receber laudo negativo do estádio do Mamoré, o time de Patos de Minas poderá jogar no Mineirão, tratativas com a Minas Arena, responsável pelo estádio, já começaram.

O jogo não pode ser disputado no estádio Zama Maciel devido a sua capacidade, uma vez que a capacidade exigida pela Federação Mineira de Futebol é de no mínimo dez mil pessoas, hoje o estádio da URT comporta pouco mais de quatro mil pessoas.

Sabendo dessa condição, Roberto Tulio, procurou a diretoria do Mamoré e contratou uma empresa para realizar uma vistoria no gramado, contudo segundo o presidente, a péssima condição do gramado do estádio Bernardo Rubinger, vistoriado por empresa especializada na manhã desta segunda-feira, aliada à falta de laudos de segurança vigentes, impediu que o jogo acontecesse em Patos de Minas.

“Diante desse cenário e consciente de que nossos torcedores seriam minoria em qualquer outro estádio de Minas Gerais, a opção economicamente mais viável para a URT foi escolher o Mineirão para a realização do jogo. A URT está ajustando os detalhes finais da partida junto à Minas Arena e à Federação Mineira, e divulgará os preços e locais de venda dos ingressos até amanhã”, afirmou o presidente.

Mamoré

O Conselho Deliberativo do Esporte Clube Mamoré informou que como os trabalhos no campo do Mamoré foram iniciados recentemente, não deu tempo de fazer a aplicação de produtos para eliminar as pragas, pois depende de um tempo para ação dos produtos.

Quanto aos fungos e insetos, foram aplicados todos os produtos, assim como preventivos. A aeração foi feita de forma adequada e ainda foi feito a análise de solo e aplicações de adubos.

Veja laudo de empresa especializada e fotos do estádio do Mamoré, abaixo:

Deixe uma resposta