Polícia Civil recebe mais uma denúncia de abuso contra o auriculoterapeuta suspeito de abusar de cliente

0
1469

O caso teria acontecido há um ano

A Polícia Civil de Patos de Minas, através da Delegacia de Mulheres, ouviu o depoimento na manhã desta quinta-feira (30), de uma jovem de 18 anos, que afirma também ter sido abusada sexualmente pelo auriculoterapeuta que foi preso na semana passada, suspeito de abusar de uma paciente em seu consultório (Entenda o Caso).

Acompanhado de sua mãe, e também, do marido da atual vítima, que é advogado, a jovem contou que foi até uma farmácia, próximo aos arredores de sua residência, onde o terapeuta exercia a função de farmacêutico.

Chegando ao local, ela que na época era menor de idade, com 17 anos, explicou ao farmacêutico que estava tendo reações devido a uma vacina que havia tomado nos últimos dias, devido a isso, a menina foi levada para um cômodo nos fundos da farmácia onde teria sofrido o abuso.

Ela conta que na época ficou bastante assustada com o ocorrido, e só foi contar aos seus pais mais tarde. Sabendo do caso, a mãe foi até a farmácia a procura do então farmacêutico e soube que ele não trabalhava mais no lugar, foi até a polícia, porém, não conseguiu dar prosseguimento ao caso.

Depois de quase um ano do acontecido, mãe e filha se depararam com a notícia de que o terapeuta estava sendo acusado por abusar de uma cliente. Elas reconheceram o suspeito e sabendo do caso procurou a vítima para também contar sobre o abuso. Juntas, nessa quinta-feira (30), a jovem contou em detalhes tudo que lhe aconteceu.

A mãe da garota de 18 anos, conta que concordou em denunciar o auriculoterapeuta a Polícia para que novos casos como esse não voltem a acontecer.

Diante dos depoimentos das duas mulheres, a Polícia Civil dará prosseguimento à investigação do caso e dentro de trinta dias deve apresentar o resultado do inquérito policial.

Deixe uma resposta