Boato sobre ladrões estarem se passando por agentes é falsa, diz prefeitura de Patos

0
1032

A informação falsa está sendo reproduzida por grupos do whatsapp

A Prefeitura Municipal de Patos de Minas alerta a população a respeito de um boato viral, que foi espalhado via whatsapp, sobre ladrões estarem se passando por agentes de combate às endemias para assaltar residências.

A mensagem enviada a várias pessoas traz o seguinte texto: “Urgente para todos. Ladrões estão tocando nas casas com uniformes da dengue. Não abra os portões sem verificar o crachá e ligar na Prefeitura, na epidemiologia e verificar o nome do agente. Divulguem esta informação”.

A assessoria de comunicação da Prefeitura entrou em contato com a secretaria municipal de Saúde e com a Polícia Militar de Patos de Minas para confirmar a veracidade da notícia. Ficou comprovado que a informação é falsa e trata-se de um novo boato com intenção de alarmar a população.

De acordo com a sargento Jacqueline, do setor de planejamento do 15º Batalhão da Polícia Militar, “até o momento, nenhuma ocorrência do gênero foi registrada, aqui na região”. O setor de combate às endemias também não tem nenhum registro de denúncia.

Assim, a Prefeitura comunica a todos que a mensagem é apenas um boato. Mesmo com a informação sendo falsa na cidade, vale o alerta para que a população tenha atenção de verificar a identificação do agente.

PMCD orienta a população

A coordenação do Programa Municipal de Combate à Dengue-PMCD salienta que os agentes de combate às endemias costumam ser os mesmos a visitar um determinado trecho. “A cidade é dividida em setores e, somente em caso de férias ou licença médica de algum agente é que há possibilidade de substituição, para que nenhum bairro fique prejudicado.” – frisou a agente de combate às endemias, Suelene de Oliveira.

A gerente de Atenção Básica, Carla de Deus, também declarou não ter nenhum registro desse gênero, em 2017, na secretaria de Saúde. Ela orientou que todas as pessoas devem exigir a identificação dos agentes.

A agente de combate às endemias, Suelene, esclareceu que a população deve ficar atenta acerca das várias identificações que o agente deve possuir. “São dois modelos de camisetas e de coletes, boné e crachá. O cidadão deve prestar atenção ao uniforme dos agentes e o crachá de identificação com nome e número de matrícula, que eles devem ter sempre em mãos.” – previne Suelene.

A orientação é simples: caso chegue na casa algum agente diferente do habitual e que gere alguma suspeita, o morador deve solicitar o nome completo e o número da matrícula dele e ligar para a Central de Combate à Dengue ou a Secretaria de Saúde, para confirmar a legitimidade do servidor. Se não for comprovada a autenticidade do agente, o proprietário do imóvel deve entrar em contato com a Polícia Militar.

Telefones para informações:
Combate à Dengue – 3822-9755
Secretaria de Saúde – 3822-9848
Atenção Básica – 3822-9619

Fonte: Ascom Prefeitura de Patos de Minas

Deixe uma resposta