Bandido armado invade mercearia em Lagoa Formosa e foge após cometer assalto

0
140

Uma mercearia na região central da cidade de Lagoa Formosa foi assaltada no final da manha desta terça-feira (24/01). O fato aconteceu na Rua Tenente Francisco Sebastião, no Bairro Nossa Senhora do Rosário, quando um indivíduo armado chegou ao local em uma bicicleta e após estacionar o veículo entrou no estabelecimento comercial e anunciou o assalto. Depois de roubar o dinheiro que estava no caixa do comércio, o ladrão pegou novamente a bicicleta e fugiu sentido ao centro da cidade. Um suspeito chegou a ser detido, mas por falta de comprovação de sua autoria no crime o indivíduo acabou sendo liberado pelos militares. Foi levado aproximadamente 200 reais da vítima, que se encontrava sozinha no estabelecimento no momento do roubo.

De acordo com informações da Polícia Militar, assim que ocorreu o fato, os militares foram até o local e registraram a ocorrência. Em seguida foi possível ver a ação do criminoso em detalhes, através de uma câmera de segurança que existe na vizinhança. Nas imagens dá para observar com clareza as roupas que o suspeito vestia. Diante das características a PM se deslocou até a casa da avó de um menor infrator que possui as mesmas características das colhidas pelas filmagens. Na residência foi repassado aos militares que o menor havia chegado ao local 15 minutos antes tomado banho e trocado de roupas. O fato foi contado pela própria vó do suspeito.

Neste momento os policias pediram para ver as roupas que o rapaz usava antes de tomar banho. Assim que viu as vestes ficou constatado que seriam as mesmas roupas que o assaltante usava no momento do roubo. Em rastreamentos o menor infrator que já possui inúmeras passagens pela polícia por crimes diversos, foi localizado na casa de sua namorada no Bairro Bom Retiro. Em diálogo ele disse aos militares que não seria ele o autor do roubo. Mas como o fato não convenceu os policiais, o menor foi levado até a vítima que reconheceu as roupas, o boné e o tênis que o suspeito usava no momento do crime. Mas mesmo assim a vítima não quis afirmar com certeza que seria ele o autor com medo de represálias, portanto não foi possível apreendê-lo.

Autor: Patos 1

Deixe uma resposta